Portuguesa, a Lusa Paulistana fora do Brasileirão 2018.

Fundada no dia 14 de agosto de 1920,

 Associação Portuguesa de Desportos está próxima de completar 100 anos de idade. E nesta quase centenária história o time já conquistou o torneio Rio-São Paulo, na época em que a competição tinha quase a importância de um Campeonato Brasileiro em duas oportunidades em 1952 e 1955 e por mais 3 vezes o Campeonato Paulista, em 1935, 1936 e 1973.

O time já teve em sua mais do que vitoriosa história grandes craques do futebol nacional usando a sua camisa, como Djalma Santos, Julinho Botelho, Marinho Peres, Enéias, Roberto Dinamite e Dener, que acabou falecendo ainda jovem em um acidente de trânsito em 1994.

Porém, o clube que já chegou até a grande final do Campeonato Brasileiro de 1996 hoje não tem muito do que se orgulhar, com a equipe saindo precocemente da Série D, a quarta divisão do Campeonato Brasileiro e precisando de um milagre para ter calendário no ano que vem inteiro, onde ainda irá disputar a Série A2 do Campeonato Paulista.

A última grande alegria que a torcida da Portuguesa teve foi em 2011, com a Barcelusa, time que conquistou com muita facilidade a Série B do Campeonato Brasileiro em uma campanha histórica onde ficou simplesmente 18 jogos sem derrotas.

O time comandado pelo técnico Jorginho tinha nomes que continuam até hoje em evidência no futebol nacional como Weverton, Luís Ricardo, o volante Guilherme e até mesmo Ananias, maestro daquele time e que foi uma das vítimas da tragédia da Chapecoense em 2016.

Porém, a decepção começou logo na temporada seguinte, com um rebaixamento inesperado no Campeonato Paulista, ainda que no Brasileirão a equipe tenha conseguido se manter na elite ficando na 16ª posição com 45 pontos, quatro a mais do que o rebaixado Sport.

O ano de 2013 começou com grandes esperanças para a equipe, que foi campeã da Série A2 do Paulistão e voltou para a elite do futebol em São Paulo, mas terminou de maneira traumática com o Caso Héverton, onde apesar de a equipe dentro de campo ter se mantido na Série A do Brasileirão foi rebaixada nos tribunais pela escalação irregular do jogador.

E este era apenas o início de uma queda que parece sem fim para a Portuguesa. No ano seguinte o time ainda traumatizado pela queda injusta e até hoje mal explicada foi rebaixado também na Série B do Campeonato Brasileiro de 2015.

Em 2015 além de disputar a Série C do Campeonato Brasileiro a Portuguesa foi rebaixada também no Campeonato Paulista, mas ao contrário das últimas vezes não conseguiu o retorno imediato, incluindo uma quase queda para a Série A3 neste ano.

Em 2016 mais um capítulo triste na história da Lusa, com o rebaixamento para a Série D do Campeonato Brasileiro, competição da qual o time foi eliminado precocemente em 2017 e corre o risco de pela primeira vez em sua história não disputar um torneio nacional em 2018.

Com diversas dívidas e o terreno do Canindé sendo penhorado, a única chance de a Portuguesa ainda disputar a Série D de 2018 é vencendo a Copa Paulista, competição que envolve times das Séries A1, A2 e A3 do Campeonato Paulista, incluindo Santos e São Paulo com elencos reservas.